“Todo conhecimento começa num sonho.O conhecimento nada mais é quea aventura pelo mar desconhecido, em busca da terra sonhada.Mas sonhar é coisa que não ensina.Brota das profundezas da terra.Como mestre só posso então lhe dizer uma coisa:Conte-me seus sonhos para que sonhemos juntos”.
(Rubem Alves)

5.12.09

Buracos negros podem "construir" sua própria galáxia hospedeira, segundo astrônomos

Do UOL Ciência eSaúde*
O que vem primeiro, os buracos negros "supermassivos" que devoram matéria freneticamente, ou as enormes galáxias nas quais eles residem? Um novo cenário surgiu de um conjunto recente de observações feitas de um buraco negro sem "casa": os buracos negros podem “construir” a sua própria galáxia hospedeira. Este pode bem ser o elo perdido, há muito procurado pelos astrônomos, que explica por que as massas dos buracos negros são maiores em galáxias que contêm maior número de estrelas.
Saber quem vem primeiro, a galáxia ou o seu buraco negro, é um dos assuntos mais debatidos pelos cientistas na astrofísica moderna, segundo o astrônomo David Elbaz, principal autor do estudo feito com o quasar HE0450-2958, a cerca de cinco bilhões de anos-luz de distância. Esse objeto peculiar, segundo os pesquisadores, não tem uma galáxia hospedeira.
Até agora se especulava que a galáxia hospedeira do quasar estaria escondida por trás de grandes quantidades de poeira, e por isso os astrônomos utilizaram um instrumento de infravermelho do telescópio VLT (Very Large Telescope), do Observatório Europeu do Sul.
Segundo Knud Jahnke, que liderou as observações feitas no VLT, não foi encontrada nenhuma poeira. No entanto, foi detectado que uma galáxia sem relação aparente, situada ao lado do quasar, produz estrelas a uma taxa elevadíssima, o equivalente a cerca de 350 Sóis por ano.
Observações anteriores já tinham mostrado que essa galáxia tem sido alvejada: o quasar vizinho liberta um jato de partículas altamente energéticas em sua direção, acompanhado por uma corrente de gás que se move a alta velocidade.
Concepção artísitica

Essa injeção de matéria e energia na galáxia indica que o próprio quasar está induzindo a formação de estrelas e, portanto, está criando sua própria galáxia hospedeira.
A observação sugere que as galáxias se desenvolvem a partir de nuvens de gás atingidas por jatos energéticos vindos de quasares. “Os dois objetos estão destinados a colidir e fundir-se no futuro”, diz Elbaz. “Embora o quasar ainda se encontre 'nu', ele será 'vestido' quando se fundir com sua companheira rica em estrelas. Assim, passará finalmente residir no interior de uma galáxia hospedeira, como todos os outros quasares.”
Agora, a equipe pretende pesquisar objetos similares em outros sistemas.
*Com informações do Observatório Europeu do Sul


Nota: Quasar:
Um quasar (abreviação de quasi-stellar radio source, ou fonte de rádio quase-estelar) é um objeto astronômico distante e poderosamente energético com um núcleo galáctico ativo, de tamanho maior que o de uma estrela, porém menor do que o mínimo para ser considerado uma galáxia. Quasares foram primeiramente identificados como fontes de energia eletromagnética (incluindo ondas de rádio e luz visíveNão se encontram quasares em nosso sistema solar. Existem evidências de que os quasares se afastam da Via Láctea e que podem expelir parte de sua massa em jatos (formados por partículas de alta energia) de velocidade próxima a da luz. Só foi possível perceber sua existência porque eles emitem ondas de rádio captáveis por nossos radiotelescópios.

3 comentários:

  1. OLá!! Muito bom o seu blog.
    Vc está fazendo um belo trabalho..
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada! Fico mega feliz em saber disso. Volte sempre! Beijos mil. Marjory

      Excluir
  2. Esse objeto nao seria o oposto do buraco negro e esses jatos de luz vindo do invisivel nao estariam entrando se condensando e dando origem a materia que formaria a galaxia?

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário. Ele é muito importante para mim.