“Todo conhecimento começa num sonho.O conhecimento nada mais é quea aventura pelo mar desconhecido, em busca da terra sonhada.Mas sonhar é coisa que não ensina.Brota das profundezas da terra.Como mestre só posso então lhe dizer uma coisa:Conte-me seus sonhos para que sonhemos juntos”.
(Rubem Alves)

29.8.09

O que os homens contam com o Tempo

Eu gosto muito dos mistérios que cercam a contagem do tempo. Ele se estrutura de forma harmoniosa para os fatos que decorrem pela existência. Porém, ele não é o mesmo em todos os lugares do universo.
O homem em tudo quer imitar a natureza e, com criatividade tenta imitar a contagem do tempo contando fatos... ele tenta imitar o tempo.
Conheço algumas contagens bem legais que informam coisas que vocês nem imaginam. Como saber o que se passa no mundo toooodo enquanto estamos vivendo o mundinho a nosso redor??
A Astronomia tem muito disso: ela teima em abrir as portas do todo e nos joga ao holístico. Podemos entrar sem medo.... Fazemos parte disso tudo!! Então SE JOGA!!!!
Bom, o CALENDÁRIO MUNDIAL Breathing Earth ( Planeta Terra)‏, além de indicar quantos nascem e morrem no mundo a cada instante, indica a populacao e as emissoes de CO2, colocando o cursor em cima de cada país. E impressionante o movimento na China e na India. Se voces verificarem bem, vao constatar que a populacao da Europa quase não tem reposicao. Em contrapartida, a Africa e a Asia nao param de aumentar.
O RELOGIO MUNDIAL, conta desde número de doenças no mundo até a temperatura da Terra e tem nem sei mais o que... só sei que o bicho é pra lá de interessante. E o mais intrigante é que ele é real.
Espero que gotem. É só clicar nas palavras CALENDÁRIO e RELOGIO em amarelo no texto acima e vc se surpreenderá..
Beijokas e boa viagem pelos fatos humanos do tempo...

26.8.09

As Estrelas do Príncipe

Cá de cima, deste céu de cetim, voo escondida no bolso do Principezinho que vai cantarolando uma canção que fala de “Amor”.
...
- Podes sair daí do bolso!
...
-Vem para aqui. Vamos ver um amanhecer!
...
- Sabes – disse – Há já muito tempo que não falava com pessoas.
...
E agora tu - diz ele com ternura - que entraste sem fazer barulho para dentro do meu bolso. Tu tens estrelas? De que cor são as tuas estrelas?
Fiquei pensativa. Ainda nem tinha conseguido articular uma única palavra. Mas... estrelas? Teria eu estrelas?
O menino nem me deixou pensar. Deu-me a mão e continuou – Anda, vais conhecer as minhas estrelas! – E fomos os dois a voar na direção do ar que amanhecia ao sabor dos primeiros raios de sol.
- Olha aquela ali. Chama-se Sírius. Não é linda? E aquela pequenina ali é a irmã da Vega. Ambas cintilam com uma luz intensamente azulada, pela sua tenra idade e grande energia. São lindas as minhas estrelinhas!
Por mais que olhasse eu não via as estrelas sobre as quais ele falava...
- Fecha os teus olhos. De que cor são as tuas estrelas?
Eu fechei os olhos. Eu vi as minhas estrelas... Umas maiores que outras, outras mais cintilantes... outras apenas pontos escuros. Eu realmente conseguia agora ver estrelas, mas não às conseguia descrever. Era tanta a cor! Era tanta a transformação...
- Fecha bem os olhos. – continuava - Sabes, olha bem para as tuas estrelas vermelhas. Lembraste dos dias em que o teu sol teve frio? As tuas estrelas vermelhas sopraram toda a sua intensidade para te fazer sorrir. Ficaram cansadas, perderam energia e cobriram-se de um vermelho alegre e quente para tu te lembrares do aconchego. Um dia elas tornar-se-ão um espaço escuro no céu. As estrelas também morrem... mas até lá, a luz ainda terá que passar por muitos milhões de anos...
Sei o quanto gostas a tua estrela laranja! Aquela que te faz lembrar o trigo e o dourado do trigo. Essa também é a minha favorita. Daqui a um minuto podemos ir ver os seus raios mais brilhantes ali na Austrália, se tu quiseres!
Eu continuava de olhos bem fechados e começava agora a entender o que ele me queria transmitir.
- Segue as azuis! Deixa que os raios dourados da tua vida abracem as tuas estrelas azuis! Assim terás também estrelas verdes, da cor das árvores e da cor da esperança! - e o som da sua voz silenciou-se.
Abri os olhos como quem acorda de um sonho. E, qual o meu espanto, quando me vi inundada pelos raios de pôr-do-sol mais lindos que alguma vez tivera vislumbrado...
- É lindo, não é?- e esboça um penetrante sorriso inocente com o seu olhar.
- Agora vou levar-te de volta à Terra. Tenho que me despachar... a minha rosa já está a espirrar, aquela manhosa!
Despedi-me do Principezinho... deixei-o partir mas não me senti triste, nem o senti só.
Ele cantou novamente aquela melodia para mim e abraçou-me.
Ía já a subir no céu quando me atira um aviãozinho de papel que aterrou directamente nas minhas mãos, deixando na sua trajectória um rasto de pó de brilho de estrela.
Vi que tinha algo escrito e abri-o.
Dizia: AS ESTRELAS NÃO TÊM COR PERMANENTE.AS ESTRELAS TERÃO A COR QUE A CHAMA DA ALEGRIA DOS TEUS OLHOS PINTAR..
Quando vires uma estrela cair do céu não te assustes.Fui eu que deixei cair um beijo para ti, porque tu me cativaste!
Ass.: O Principezinho

25.8.09

Aproximação de Marte





Está circulando na internet um e-mail sobre o "fenômeno das duas Luas cheias" citando Marte como a segunda lua do dia 29 de agosto..
Essa notícia é falsa. Esse fenômeno é impossível de acontecer.
Uma grande aproximação ocorreu realmente em 27 de agosto de 2003, quando Marte esteve a uma distância de 55,758 milhões de km da Terra; a próxima será em 2287, quando a sua distância será de 55,688 milhões de km da Terra.
Se Marte chegasse tão perto do planeta Terra a ponto de ficar do tamanho da lua ele sairia de sua órbita e se chocaria com a Terra.
A próxima aproximação de Marte será em 29 de janeiro de 2010, porém, não a ponto de se paracer com a lua.
Atualmente, Marte está visível no céu matutino, antes do nascer do Sol, na constelação do Touro (magnitude: 1,0). Em dezembro será visível na constelação do Leão (magnitude -0,4) durante quase toda noite a caminha da sua oposição em 29 de janeiro de 2010 na constelação do Câncer.

24.8.09

2º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica

Aconteceu em Campos dos Goytacazes, RJ, de 17 a 20 de abril/2009 o 2º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica o qual tive a honra de participar ministrando a palestra e oficina "Passeando pelo Sistema Solar" direcionado às crianças participantes do Evento.




Marcomede (dir do Observ. Nacional, RJ), Noeli e eu
Meu amigo e sócio Paulo Bretones


O astronauta Brasileiro Marcos Pontes e eu

A astronauta iraniana Anousheh Ansari e eu

Também estive com grandes mestres da Astronomia do Brasil e de muitos outros países como o astronauta brasileiro Marcos Pontes e a astronauta iraniana Anousheh Ansari

video
Trailer Oficial do Ano Internacional de Astronomia

23.8.09

Poeminhas

O Universo não é uma Idéia Minha...
O universo não é uma idéia minha. A minha idéia do Universo é que é uma idéia minha. A noite não anoitece pelos meus olhos, A minha idéia da noite é que anoitece por meus olhos. Fora de eu pensar e de haver quaisquer pensamentos A noite anoitece concretamente E o fulgor das estrelas existe como se tivesse peso.
Fernando Pessoa




Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos se não fora
A mágica presença das estrelas!
MARIO QUINTANA

Enquanto houver estrelas no céu…
Enquanto houver estrelas no céu, há lugares secretos e só nossos.
Enquanto houver estrelas no céu, há novelos gigantes que ligam os nossos corações e os mantém tricotados.
Enquanto houver estrelas no céu, há luzinhas que nos aquecem e nos fazem sonhar.

Vanda Furtado Marques

21.8.09


Curso de Extensão Universitária
Construção de Lunetas e seu uso no Ensino de Astronomia
Universidade Federal de São Carlos – 2, 3 e 4 de Setembro de 2009

INSCRIÇÕES ABERTAS – PRAZO FINAL: 30 DE AGOSTO




Acontece no mês de setembro na Universidade de São Carlos, o curso de esxtensão universitária para a contrução de lunetas.

É uma boa oportunidade para que gosta de olhar o céu e deseja enxergar mais além...
Boa sorte futuros Galileus!

Beijos

19.8.09

Lua vai...











A Terra, nosso planeta, possui somente um satélite natural: A LUA!! Ela não tem luz própria, porém, brilha por que é iluminada pelo sol. Ao longo do ciclo lunar, a Lua vai adquirindo formas diferentes para nós que a observamos daqui da Terra. Mas na verdade sua forma não muda. O que muda é o quanto podemos ver da face da Lua que está sendo iluminada pelo Sol.

A Lua e a Terra são mundos bastante diferentes. A Lua, por exemplo, não possui atmosfera, água líquida ou vida e demora cerca de 27 dias para dar a volta ao redor da Terra e de seu próprio eixo. Por isso, o lado visível é sempre o mesmo que fica de frente para o nosso planeta.
A outra parte é conhecida como lado oculto, porque a gente nunca vê.
O ciclo lunar tem quatro fases principais: Lua Nova, Lua Quarto Crescente, Lua Cheia e Lua Quarto Minguante.
Desde 1972, ninguém colocou os pés na Lua. Entretanto, há um esforço renovado para que isso aconteça e a disputada por Estados Unidos e União Soviética, nos próximos cem anos deve ganhar novos competidores, com Índia, China e União Europeia "congestionando" o tráfego de sondas, satélites e naves no espaço.


2009 - Ano Internacional da Astronomia


Neste ano, comemora-se 4 séculos desde as primeiras observações telescópicas feitas por Galileu Galilei , além disso, é um ano de celebração da Astronomia. O Ano foi declarado pela ONU e pela União Astronómica Internacional (IAU), aprovada pela UNESCO - órgão da ONU responsável pela Educação, Ciência e Cultura. Esta iniciativa é uma oportunidade para os cidadãos da Terra para adquirirem um conhecimento mais profundo da astronomia e o seu papel no enriquecimento das culturas humanas. Além disso, irá servir como uma plataforma para informar o público sobre as mais recentes descobertas astronómicas e destacar o papel essencial da educação na ciência da astronomia.